Os Eles

Quinta-feira, 06 de Julho de 2017

Os Eles

Cidade/UF: Porto Alegre - RS Abertura: 20h00 Início: 21h30 Classificação: 16 anos

Bar Opinião

Endereço
Rua José do Patrocínio, 834, Cidade Baixa
Porto Alegre/RS

Descrição do evento

Os Eles em Porto Alegre/RS
Opinião Apresenta: Os Eles!

Os Eles, uma das bandas clássicas do rock gaúcho, retornou aos palcos em abril, com um show Sold out no Sgt. Peppers. Os ingressos esgotaram tão rápido, que o grupo resolveu repetir a dose, só que agora em um lugar maior. No dia 6 de julho, Os Eles vai se apresentar no Opinião, revivendo o grande sucesso conquistado pelo grupo nos anos 80 e reunindo as músicas dos seus dois LP’s, “Às Vezes se Perguntam”, distribuído de maneira independente em 1986; e “Não Adianta Mais”, lançado pela Polygram em 1987.

A banda, que entrou para a história do rock gaúcho pelo bom humor, letras politizadas e apresentações cênicas – essa última uma contribuição do saudoso Nico Nicolaiewsky, diretor da turnê do primeiro álbum – ainda teve destaque nas rádios de todo o Brasil, com os sucessos “Só Imagem”, “Silicone”, “R.U.” e “American Way of Life”. No Opinião, a banda irá apresentar também a canção “A Corrente”, poema de Carlos Drummond de Andrade, que integrou o disco de estreia do grupo e elogios do próprio punho do poeta, um ano antes da sua morte. Com a presença do comunicador e DJ Porã, responsável por esquentar a pista com o melhor dos anos 80 até a hora do show, Os Eles subirá ao palco com Leandro Branchtein (vocal), Dannie Dubin (guitarra), Leo Henkin (guitarra), Artur Saute (baixo), Gabriel Gottardo (teclado) e Sidney Schames (bateria).

Curta, porém intensa – assim foi a vida d’Os Eles. A banda nasceu em 1984 e, quatro anos depois, encerrou os seus trabalhos. Nesse meio tempo, gravou dois discos – que foram lançados de forma independente e pela gravadora Polygram (atual Universal Music) – e chegou a tocar ao lado do Paralamas do Sucesso e do RPM. Com o fim do grupo, os seus integrantes passaram a se dedicar a outros projetos. O único que seguiu na música foi Leo Henkin, que hoje faz sucesso com o Papas da Língua. Leandro Branchtein (vocal), Darwin Gerzson (baixo) e os irmãos Régis e Dannie Dubin (bateria e guitarra, respectivamente) optaram por outros caminhos, como medicina e publicidade.

Sempre marcados por interpretações teatrais, os shows da banda causavam polêmica. Para executar a música “Prendo e Arrebento”, por exemplo, Branchtein subia ao palco vestindo um uniforme militar. Em um show no Araújo Vianna, em agosto de 1985, a faixa “CDF” também ganhou a sua versão cênica. “Colocamos uma cadeira no centro do palco. Nela, sentou um garoto gordo, de dez ou 12 anos”, relembra Henkin. “Ele era irmão de algum amigo da banda e ficou ali durante toda a música, cuja letra execrava aquela figura típica, comum nas escolas, que é um misto puxa-saco e dedo duro dos professores e tem a pose de estudioso”. Sim, a banda não estava nem aí para o politicamente correto. Era contestadora e desafiava ordens. O tal uniforme de “Prendo e Arrebento”, a propósito, foi usado inclusive no palco de um clube militar. A contragosto dos contratantes, obviamente, que tentaram impedir Os Eles de fazer o seu protesto contra a ditadura.

Infelizmente, existem poucos registros da banda, poucas fotos, que chegam ao status de relíquia hoje em dia. O produtor Ilton Carangacci guarda uma delas, tirada em 1985, durante um desses shows no Araújo Vianna. “Esse dia foi memorável e teve um público de, aproximadamente, seis mil pessoas. Tinha no line-up a abertura dos malucos e nossos grandes amigos do Prisão de Ventre, antiga banda de Tchê Gomes, do TNT, e Frank Jorge”, relembra Carangacci. “Na sequência, tocaram Banda de Banda, Os Replicantes e Os Eles.”

Ingressos


Carregando ingressos

Agenda Opinião
Comprar

Meia Entrada

Informações de Recebimento

Formato do seu ingresso:

Para este evento, você utilizará o Ingresso Digital. Com ele, não há necessidade de retirada antecipada ou na bilheteria do evento. Basta apresentar seu ingresso, na tela do celular ou impresso, no acesso do evento junto ao seu documento oficial com foto.

Segurança do Ingresso Digital:

Lembramos que o Ingresso Digital possui um código de barras único e controlado e, após a leitura, ele perderá a validade. Cópias são proibidas, o ingresso é nominal e intransferível.

Sua segurança:

Sua segurança é muito importante para nós, por isso, as compras via cartão de crédito passam por uma análise de segurança a fim de evitar fraudes com o uso indevido de cartões de terceiros. Poderemos vir a confirmar alguns dados por telefone ou e-mail, portanto, mantenha seus dados cadastrais sempre atualizados em nosso site.

Central de atendimento Blueticket:

Caso tenha dúvidas ou encontre alguma dificuldade em sua compra, estamos à disposição através dos contatos por telefone ou e-mail disponíveis na seção Fale Conosco de nosso site.

Indique este evento